Aos 86 anos, Zabé da Loca no Globo Rural

É uma daquelas reportagens que a gente guarda com orgulho. Por ser um eterno aprendizado até hoje. Foi bom rever Josivane, Pitó e Zabé da Loca na reportagem do Globo Rural exibida no dia 10 de outubro. Agradeço @claudiagiane por avisar pelo twitter. Aos 86 anos, Zabé da Loca continua firme e forte em sua casinha nos arredores de Monteiro, Sertão (cariri) da Paraíba. Se você quer conhecer um pouco mais da história da Rainha do Pífano, leia a matéria que publiquei em julho de 2007 na Revista Carta Capital.  

texto completo

Zabé da Loca, rainha do pife

Paulo Rebêlo Revista Carta Capital Ed. 454 – 25.julho.2007 Aos olhos de um Brasil que desconhece o Brasil, a descrição de Isabel Marques da Silva se parece com a descrição de uma típica mulher do sertão nordestino. Aos 84 anos, é alcoólatra, fumante compulsiva, tem as marcas do trabalho pesado nos pés, carrega no rosto os profundos vincos formados por anos de exposição ao sol forte, criou-se e formou-se com a enxada na mão. Seus dias parecem se resumir a apreciar, à soleira da porta, a mesma paisagem seca que a acompanha há décadas, olhar as mesmas pessoas que passam por aquele distante pedaço de terra quase perdido na fazenda Santa Catarina, uma região permeada de rochas gigantes a 20 quilômetros de Monteiro, sudoeste da Paraíba. Isabel, a Zabé da Loca, é sem dúvida uma sertaneja, mas de comum tem apenas a aparência. Porque para um Brasil que desconhece o Brasil, pouco adianta dizer que ela é a rainha do pife, esse instrumento rústico de som agudo, uma flauta com nove orifícios que se assemelha ao oboé italiano, feito a partir de vários materiais. Entre os pifes utilizados por Zabé em quase oito décadas de dedicação, é possível encontrar até

texto completo

Site Footer

Sliding Sidebar

Instagram