Viagra da folha em branco

Paulo Rebêlo // agosto.2007 Não há nada mais ridículo do que a chamada síndrome da folha em branco. Pura enrolação, serve para preencher o tabelado espaço no jornal quando grandes escritores e consagrados cronistas ficam sem assunto – um eufemismo para preguiça ou ressaca do uísque falsificado de ontem. Então, escrevem sobre a falta de assunto até preencher os centímetros restantes.

texto completo

Mudança, filhos e futricos

Paulo Rebêlo // agosto.2003 O trabalho que dá para empacotar, arrumar e transportar até a nova casa, ciente de que depois será preciso desempacotar e arrumar tudo novamente, faz pensar: por que não guardamos nossas coisas em caixas? Seria tão mais prático. Era só escrever: essa aqui é a roupa, aquela ali é a louça de luxo (pratos e copos descartáveis) e a caixa grande são os bagulhos gerais. O melhor de tudo é que é incrível como caixas de papelão se adaptam em qualquer ambiente. Deve ter algo a ver com o feng shui. O pior é descobrir que, em um apartamento minúsculo como aquele cafofo antigão, cabia três vezes mais bagulhos do que sempre imaginei. E depois de tanta papelada e trecos jogados fora, vem a dúvida: por que um lugar maior? Bendito financiamento. Em ocasiões assim, nunca se deve pedir conselho aos pais. O pai diz: meu filho, melhor resolver isso agora enquanto você é solteiro e ainda consegue financiar alguma coisa… e tem mais, um dia você pode casar e vai precisar de um quarto extra para seus filhos. Assim mesmo, filhos, no plural. A mãe completa: no dia que você casar (ela nunca usa o

texto completo

Bíblia do Solteiro Apostólico I

Paulo Rebêlo // fevereiro.2003 Parte I – A Doutrina Tico-Tico no Fubá – Para a maioria das pessoas, o solteirismo convicto não é uma opção; é um resultado. E um resultado ruim, quase como um defeito. Há controvérsias, mas esse tipo de mentalidade parece ter muito mais força entre as mulheres. Existem vários tipos de solteiros. Os topa-tudo, os recatados, os komeketos, os fanfarrões, os blasés, os garanhões, os seletivos etc. E existem também os solteiros apóstolos: aqueles que pregam o solteirismo como uma filosofia de vida. Não importa se temporária ou perene, desde que seja uma filosofia de verdade enquanto dure. Sem duplo sentido.

texto completo

Site Footer

Sliding Sidebar

Instagram