Windows Millennium é oficialmente lançado no comércio

Paulo Rebêlo | setembro.2000

A Microsoft despachou ao varejo o Windows Millennium Edition, sob o dúbio apelido de Windows ME. O novo Windows é a atualização do atual Windows 98 e possui um nicho específico de mercado: o usuário doméstico. Ao contrário do Windows 2000, que é voltado ao usuário corporativo (empresas e provedores em geral), o Windows ME tem como público-alvo aquele usuário que usa o computador como ferramenta de entretenimento ou produtividade em pequena escala. Faz tudo o que o Windows 98 faz, só que mais rápido.


Diferentemente dos prévios lançamentos do Windows 95, 98 e 2000, o Windows ME chega sem muitos alardes ou promessas mirabolantes, mas sim com o intuito de prover uma solução mais eficiente do que seus antecessores. Assim como ocorreu com o Windows 2000, a Microsoft acertou o passo mais uma vez e apresentou um produto superior, com número bastante reduzido de falhas e travamentos.

Atualizar-se ao Windows ME pode ou não trazer benefícios, dependendo do ponto de vista individual do usuário. Se você é da ala cujo lema é o de “em time que ganha, não se mexe”, pode não ser bom negócio atualizar o computador, caso o Windows 98 esteja atendendo todas as suas necessidades de forma satisfatória.

Por outro lado, se você está ávido por novidades, maior compatibilidade com periféricos (hardware) e, quem sabe, uma melhor performance, o Windows ME é um bom investimento, sem dúvida. Sob a mesma arquitetura do Windows 98, as modificações no código estrutural (kernel) do sistema apresentam melhorias em performance e usabilidade, aliadas às atualizações de segurança previamente disponibilizadas pela Microsoft para o Windows 98 e o Internet Explorer.

O Windows ME preenche uma outra lacuna deixada pelo Windows 2000: o usuário doméstico que não tem computador suficientemente potente para rodar um sistema operacional robusto e voltado mais às empresas, corporações e administradores de rede. Os requisitos mínimos de sistema para instalar o Windows ME são quase os mesmos do Windows 98, com exceção do espaço em disco, que precisa ser bem maior.

O novo Windows também atrai os viciados em jogos de computador. Com a última versão do DirectX embutida (biblioteca gráfica da Microsoft), recursos extras e mais eficientes de multimídia, o Windows ME apresenta um resultado infinitamente superior ao Windows 2000 na hora de rodar jogos com efeitos tridimensionais de som e imagem. O suporte às placas de vídeo em 3D disponíveis no mercado também melhorou, proporcionando uma maior tranqüilidade ao usuário.

Segundo a Microsoft, o Windows ME é o último sistema operacional feito sob a arquitetura DOS (16-bit). O próximo grande lançamento da empresa, até onde se sabe, acontecerá em meados de 2002, com a atualização – até agora batizada de “Whistler” – do Windows 2000.

Em seguida, os planos da empresa incluem a uniformização dos sistemas operacionais com a grife Microsoft, onde existiria apenas um único Windows que atenderia a demanda do usuário doméstico e do usuário corporativo, adeqüando-se às necessidades requeridas pelo usuário e com uma certa massificação de recursos disponíveis através da Internet. É o que a Microsoft e a comunidade tecnológica vêm chamando de iniciativa .NET (pronuncia-se: “dot net”).

Migrar ao Windows ME é particularmente interessante a quem não aprovou o Windows 2000, teve problemas relacionados a hardware ou não possui máquina suficiente, isto é, com pouca memória RAM ou processador lento. Também é uma opção bastante plausível a quem costuma enfrentar seguidos problemas com o Windows 98.

O Windows ME chega às lojas brasileiras ao preço de R$ 439 para a versão completa (full) e de R$ 199 para a versão atualização, onde o usuário poderá atualizar seu Windows 95 ou 98. Há uma versão diferenciada do pacote, mais barata, que serve apenas aos usuários do Windows 98 que desejem partir para o Windows ME. O preço deve ser consultado nas lojas. Desde o mês de agosto, o Windows ME também vem pré-instalado em computadores novos.

Site Footer

Sliding Sidebar

Instagram