Povo da Venezuela vai às urnas

VOTO // Com a popularidade em declínio, o presidente Hugo Chávez enfrenta hoje o desafio das eleições regionais Paulo Rebêlo Diario de Pernambuco 23.novembro.2008 Com a popularidade em declínio e a economia cada vez mais ameaçada pela queda no preço do barril de petróleo, o presidente venezuelano Hugo Chávez enfrenta, hoje, mais um de seus polêmicos desafios políticos. Para Chávez, as eleições regionais são quase um pleito presidencial. Sem pudor de usar a máquina pública, há vários meses o presidente faz campanha aberta para seus aliados e para candidatos de sua família. Ao mesmo tempo, ameaça os opositores com possíveis intervenções do Exército, caso eles vençam em Estados considerados fundamentais para a “revolução socialista do século 21” pregada pelo líder venezuelano.

texto completo

Eleições sob vigilância na Venezuela

Observadores internacionais chegam à Venezuela para fiscalizar a lisura do processo eleitoral que vai escolher novos governadores e prefeitos do país Paulo Rebêlo Diario de Pernambuco 16.novembro.2008 Uma centena de observadores internacionais são esperados na Venezuela, a partir desta semana, para conferir a lisura das eleições locais do próximo domingo, 23. Por trás da boa vontade patrocinada pela Organização dos Estados Americanos (OEA), contudo, há a expectativa velada sobre os limites da influência atual do presidente Hugo Chávez, prestes a completar 11 anos no poder e com mandato até 2013. Observadores já presentes no país relatam que o clima é tenso, sobretudo diante do crescimento da oposição à Chávez e, por tabela, o aumento das ameaças do presidente. Os venezuelanos vão escolher seus representantes em 22 dos 23 Estados do país, além de 328 prefeitos e 233 legisladores provinciais.

texto completo

Site Footer

Sliding Sidebar

Instagram