Desigualdade digital no brasil

Ao contrário do que ocorre nos outros países, os brasileiros conectados estão mais segregados por classes sociais, provando que a desigualdade social também reflete no mundo virtual em níveis alarmantes. A conclusão chega por meio dos recentes relatórios promovidos pelo Ibope/NetRatings e pesquisas de institutos internacionais. Enquanto 80% das classes A e B já possuem acesso, somente 6%, das classes D e E, consegue entrar na Internet de algum ponto: escola, trabalho ou telecentro. As ações para reduzir a “exclusão digital” dos governos se perdem na burocracia e as iniciativas privadas não conseguem atender a crescente demanda, apesar dos esforços conjuntos. Paulo Rebêlo Folha de Pernambuco, 05.out.2005 Ostentar o título de campeão das desigualdades sociais sempre foi um dos entraves brasileiros em todas as reuniões das Nações Unidas e órgãos internacionais. Dez anos após o início da Internet comercial no País, o Brasil ainda não conseguiu democratizar o acesso de modo a reduzir a desigualdade também no ambiente digital e, pior ainda, sem perspectiva de mudanças. Uma das provas sobre a relação entre a desigualdade social e a digital consiste em uma análise da mais nova pesquisa do Ibope/Netratings, divulgada no final de setembro. A pesquisa revela que cerca de

texto completo

Rádios testam tecnologia digital

Este mês, o rádio completa 83 anos no Brasil e, apesar de não ser uma data fechada, marca o início de uma nova e significativa etapa no País: a transmissão digital. As principais emissoras brasileiras já começaram a transmitir a programação com a tecnologia, proporcionando um ganho considerável na qualidade do áudio. Em termos concretos, você pode escutar rádio AM com qualidade de FM e ouvir as músicas FM com qualidade de CD. No entanto, para usufruir da regalia, é preciso ter um aparelho habilitado para receber os sinais transmitidos digitalmente, diferente do sinal analógico utilizado hoje em dia pelos aparelhos de som. Como prega a lei do mercado, o preço ainda é bem alto por ser novidade, mas já se apresenta como uma alternativa viável a médio prazo. De acordo com a Associação das Emissoras de Rádio e Televisão do Estado de São Paulo (Aesp), em dez anos toda a malha radiofônica do Brasil será digital. Por enquanto, as únicas emissoras com transmissão digital são as rádios dos grupos Eldorado, Bandeirantes, Jovem Pan, RBS e Sistema Globo de Rádio, mas nenhuma na Região Norte/Nordeste. Outras 30 emissoras já solicitaram autorização à Anatel e devem começar os testes em breve.

texto completo

Semana da Ciência e Tecnologia

Com uma economia forte aos olhos internacionais, o Brasil ainda carece de boas políticas públicas para ciência e tecnologia (C&T), apesar dos inúmeros avanços científicos liderados por brasileiros mundo afora. É com esta visão crítica e ao mesmo tempo convidativa que a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia quer atrair crianças e adultos, entre os dias 2 e 9 de outubro, em todo o Estado. O evento ocorre pelo segundo ano, tentando popularizar e levar ao público leigo o que há de mais fascinante em C&T, além de promover a inclusão social. Em Pernambuco, a programação é extensa, com diversos pólos de demonstração e aprendizado, a começar por uma canoata com 50 embarcações em uma expedição aberta. Paulo Rebêlo Folha de Pernambuco, 28.setembro.2005 Sob organização do Ministério da Ciência e Tecnologia e parceria de institutos, associações e universidades, a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia movimenta milhares de pessoas na difusão da ciência para iniciados e iniciantes. Quem participar ainda pode aproveitar os dias de apresentação no Recife para aprender – e procurar saber -como ajudar a incluir socialmente os adolescentes no mundo da tecnologia. De acordo com o diretor-executivo do Espaço Ciência, José Antônio Pavão, o primeiro evento, em

texto completo

Ebay compra Skype por US$ 2,6 bilhões

As suspeitas não eram infundadas e a bolha das empresas pontocom está voltando. O Ebay, maior site de leilões virtuais, acaba de comprar a companhia responsável pelo Skype, o software mais popular na Internet para ligações telefônicas via IP. Tudo sobre telefonia pela Internet foi abordado na edição de 13 de julho da Folha. Avaliada em US$ 2,6 bilhões, a compra ainda é uma incógnita sobre o futuro do Skype. Oficialmente, as empresas dizem que a transação permite ao eBay entrar em novos setores de atuação e ao Skype expadir a base de usuários, hoje com 54 milhões de pessoas cadastradas em 225 países, com média de 159 mil novos associados por dia, segundo dados da empresa. Somente no Brasil, são quase quatro milhões de cadastrados, colocando o País na terceira posição de uso, atrás apenas dos EUA e da Polônia. Curiosidade: o Skype foi criado pelo sueco Niklas Zennstrom e pelo dinamarquês Janus Friis, os mesmos que desenvoleram o Kazaa, que durante anos foi o mais popular programa P2P para troca de arquivos na Rede. Passaram o software adiante em 2002 e começaram com a companhia do Skype.

texto completo

Mudanças radicais na Microsoft

Neste exato momento, milhares de desenvolvedores e representantes das maiores empresas de tecnologia estão com os olhares voltados para a cidade de Los Angeles, nos Estados Unidos, onde a Microsoft promove a Professional Developers Conference 2005 (PDC). O evento é anual e serve para mostrar aos programadores o futuro das tecnologias e dos softwares com a grife Bill Gates. Este ano, o suspense é realçado por dois motivos: o Windows Vista, o sucessor do XP, já antecipado e testado pela Folha em edições anteriores; e o cancelamento do PDC em 2004, deixando uma lacuna de dois anos. Durante o evento, a empresa revela e divulga, em tempo real, as garras para concorrer com o Google, o Firefox (concorrente do Internet Explorer) e o resto do mundo. Confira as principais novidades que vão começar a aparecer desde agora no seu computador: MSN Messenger 8.0, Office 2006, Start.com, Windows Vista “light”, Virtual Earth e Internet Explorer 7. Paulo Rebêlo Folha de Pernambuco, 14.setembro.2005 A Professional Developers Conference (PDC) atrai uma multidão todos os anos. Conferências de programadores e desenvolvedores são comuns, até mesmo no Brasil, com o diferencial de que a PDC é organizada pela Microsoft e, por conseguinte, influencia mais de

texto completo

Adobe antecipa Photoshop CS3

O Photoshop CS2 mal chegou às lojas e a Adobe já faz os preparativos para o CS3, ainda sem data prevista. Um memorando da empresa foi vazado na Internet, com alguns detalhes sobre a próxima versão. O documento ainda revela que a empresa pode criar dois novos produtos: Adobe Acrobat 3D e Adobe Full Frame. Também não há detalhes sobre os novos recursos, apenas o nome de alguns, como Camera Raw 4 e Vanishing Point 2. A Adobe pretende lançar duas versões do CS3: uma básica e uma premium, sendo a primeira mais barata. Analistas da indústria acreditam que, ao planejar oferecer uma edição mais barata do Photoshop, a Adobe estaria respondendo às recentes investidas da Microsoft com o produto concorrente, Acrylic, testado pela Folha na edição passada. O Acrobat 3D seria uma versão turbinada do atual Acrobat 7.0, com ênfase nos recursos tridimensionais embutidos em arquivos PDF. O público-alvo seriam os atuais usuários do AutoCAD, sobretudo engenheiros e arquitetos.

texto completo

Windows 95: dez anos, mas sem festa

Parece que foi ontem. O clichê é pouco para descrever o que era instalar o Windows 95 em um computador “386” com 4 Mb de RAM, requisito mínimo para usar o sistema operacional na época de lançamento, em agosto de 1995. A instalação, quando não dava erro no final, levava pelo menos duas horas. Os felizardos com 8 ou 16 Mb de RAM riam à toa. Missão cumprida, um novo mundo se abria ao usuário de informática, até então acostumado a usar apenas um programa por vez e sem entender direito a utilidade de um segundo botão do mouse. No dia 24 de agosto daquele ano, chegava às prateleiras mundiais o primeiro de uma saga que parece não ter data para terminar. Embalado por um clipe dos Rolling Stones, a campanha de divulgação do Windows 95 custou à Microsoft a bagatela de 300 milhões de dólares, dos quais 12 milhões foram pagos somente à banda de Mick Jagger pela música/clipe “Start me up” – uma alusão ao botão “Iniciar” (Start) do Windows. O Brasil não chegou a ver uma série de mini-carnavais sobre o lançamento, mas nos Estados Unidos a festa promovida pela Microsoft foi grande, com direito a apresentação

texto completo

Google Talk: mais um round na luta dos mensageiros

Os fãs do Google estão em polvorosa. Acaba de chegar à Internet o Google Talk, a primeira investida da empresa no setor de mensagens instantâneas. O lançamento ocorre após a popularização do Google Mail, serviço de e-mail gratuito com 2 Gb de espaço que já conquistou muita gente. Ao mesmo tempo, coincide com a chegada da nova versão (7.5) do MSN Messenger da Microsoft, hoje o mensageiro mais popular entre os internautas brasileiros. A briga só está começando, então, vale a pena conhecer as novidades do Google Talk e como dar os primeiros passos no programa. Paulo Rebêlo Folha de Pernambuco, 31.agosto.2005 Simplicidade. É a palavra que melhor define o Google Talk, lançado na última terça-feira em versão experimental, apenas para os atuais usuários do Google Mail. Quem ainda não tem uma conta no GMail, pode pedir um “convite” para quem já tem ou, mais fácil ainda, entrar no Orkut. A rede de relacionamentos, cuja grife também é Google, oferece gratuitamente contas de Gmail para quem quiser, é só observar os avisos na página inicial do seu perfil. Enquanto os concorrentes incrementam cada vez mais os programas com gráficos ultra-coloridos, notícias em tempo real, comércio eletrônico e muita propaganda, o

texto completo

AMD lança Sempron de 64 bits

Quem procurar em lojas especializadas e nos sites de comércio eletrônico já pode encontrar a nova arma da AMD contra a Intel: o Sempron de 64 bits. O Sempron é o processador de baixo custo da empresa, uma espécie de Athlon reduzido, mas que já conquistou o mercado brasileiro por conta do custo-benefício sem perder muito em performance. A AMD lançou os primeiros Athlon de 64 bits no mercado mundial, ficando à frente da Intel. O Sempron é concorrente direto dos Celeron. O novo chip é voltado a qualquer tipo de usuário doméstico e corporativo que não precise de recursos muito avançados, para jogos de última geração ou processamento pesado. Mesmo assim, com uma boa placa de vídeo, os jogos atuais rodam sem problemas no Sempron, conforme visto na análise da Folha no especial sobre processadores. O modelo mais avançado é Sempron 3400+ de 2,0 GHz e 256 KB de cache L2. Para diferenciar o Sempron 64, haverá uma etiqueta informando na hora da venda. Além do 3400+, a AMD também está comercializando modelos com desempenho menor.

texto completo

Site Footer

Sliding Sidebar

Instagram