Iluminação nova foi só promessa

PCR // Secretário de Serviços Públicos não justifica atraso de ações previstas para março Paulo Rebêlo Diario de Pernambuco – 13.abril.2008 Prometido para março deste ano, o novo sistema de iluminação pública do Recife está longe de ser concluído e apresenta resultados pífios para a população até agora. Na verdade, o projeto se arrasta desde 2003 e, quase a cada ano, ganha um novo discurso e um novo “lançamento” por parte da Prefeitura da Cidade do Recife (PCR). Procurado pelo Diario durante três semanas seguidas, o secretário de serviços públicos, Amaro João, não quis comentar o atraso na implementação do projeto e nem as promessas de sua própria pasta em relação aos prazos.

texto completo

Temor de aliança com Jarbas

Paulo Rebêlo Diario de Pernambuco – 01.fev.2008 foto: Edvaldo Rodrigues/Arquivo DP/2006 Enfim, o PT resolve admitir publicamente a crença em fantasmas. Antes restrita a círculos internos da política local, a hipótese de uma eventual aliança entre o prefeito João Paulo e o senador Jarbas Vasconcelos (PMDB) volta à tona com a entrevista de Humberto Costa à Rádio Folha. Na ocasião, o líder da tendência Unidade na Luta (UL) finalmente reconheceu que “este fantasma existe” – referindo-se à aproximação política entre João Paulo e o ex-governador de Pernambuco.

texto completo

E quem é mesmo João da Costa?

RECIFE 2008 // Filho de um ex-prefeito e ex-vereador de Angelim, secretário foi escolhido oficialmente por João Paulo como candidato a prefeito César Rocha e Paulo Rebêlo Diario de Pernambuco – 27.jan.2008 Natural de Angelim, a 214 km do litoral, no agreste meridional de Pernambuco, quer ser prefeito do Recife. Xodó do atual prefeito João Paulo Lima e Silva, ele não fala em um projeto meramente pessoal de chegar à prefeitura. Transparece um certo messianismo em seus discursos e fala de um projeto coletivo, nacional, de milhares de militantes. João da Costa Bezerra Filho, 47 anos, poderia ter sido mais um herdeiro de um ciclo político familiar que perdura até os dias de hoje. Em vez disso, logo cedo se desvinculou da política de direita praticada pelo pai e escolheu a militância esquerdista, ao sair de Angelim e migrar para o Recife em busca de estudos e ideais coletivos.

texto completo

Site Footer

Sliding Sidebar

Instagram