Loucura Coletiva

Paulo Rebêlo // maio.2005 A psicologia como ciência (e não como mercado) consegue identificar e, às vezes, até mesmo explicar uma gama de pequenas loucuras na cabeça das pessoas. E com uma certa análise e meditação, a gente mesmo descobre a origem da maioria das nossas neuras. A ciência até identifica o que leva pessoas às loucuras perenes ou temporárias, até mesmo aqueles habituais chiliques femininos.

texto completo

O homem bonzinho e seus colóquios

Paulo Rebêlo // março.2005 É muito tênue, quase inexistente, a linha que separa um homem bonzinho de um homem tolo. Adjetivo este que doravante poderá ser substituído por mané, paspalho, inepto, insosso ou zé ruela. É comum generalizar que o homem bonzinho ‘nasceu ontem’ — uma expressão redundante para aqueles homens que só querem agradar. Porque é preciso ser bem inexperiente para não saber que homens a agradar demais sempre ganham um agrado na testa. Ou melhor, um par de agrados.

texto completo

Site Footer

Sliding Sidebar

Instagram