UPE, de graça e com independência

EDUCAÇÃO // Negociações com o governo Eduardo Campos podem conceder autonomia financeira para a Universidade de Pernambuco Paulo Rebêlo Diario de Pernambuco – 13.jan.2008 A Universidade de Pernambuco (UPE) é a única universidade pública do Brasil a cobrar mensalidade dos alunos. Vinculada ao governo do estado por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente, nos corredores da instituição – e do próprio governo – o fato é encarado de forma natural. Nos bastidores, credita-se a aparente normalidade ao elo de dependência direta da boa vontade do governo para com o planejamento orçamentário da UPE. Sem orçamento fixo e dependendo das verbas autorizadas pelo estado, supostamente não há como acabar com a cobrança de mensalidades e nem de criar um planejamento a longo prazo.

texto completo

Até analfabeto passou em concurso

DENÚNCIA // Justiça decide anular disputa por cargos públicos na Prefeitura de Ferreiros Paulo Rebêlo Diario de Pernambuco – 21.dez.2007 O concurso público para preenchimento de vagas vinculadas à prefeitura municipal de Ferreiros, na Mata Norte, a 122 km do Recife, foi anulado pela Justiça sob alegação de diversas irregularidades. A decisão judicial foi despachada pelo juiz de direito André Rafael de Paula Batista Elihimas. As ações cautelares nº 2.909 e nº 2.959, ambas de 2007, relatam em detalhes diversas fraudes apuradas a partir de uma denúncia do Ministério Público de Pernambuco (MPPE) contra o município de Ferreiros.

texto completo

Yamicast: entrevista de sotaque

A jornalista Yami Trequesser entrevista o jornalista Paulo Rebêlo, numa conversa de comadres com sotaque nordestino (da minha parte). Link para o Yamicast aqui ou para o arquivo com o podcast direto aqui.

texto completo

Alemão fotografado

Enquanto estamos temporariamente submersos em um projeto especial, que nos tira todo o tempo existente e inexistente, fica uma dica para os leitores. Há muito mais conteúdo interessante na internet sobre as notícias que saem no jornal do que a gente imagina. Enquanto fazemos um levantamento do nosso banco de dados sobre as operações da polícia carioca nos morros, vale a pena conferir este site no Multiply com fotos exclusivas, não publicadas pela imprensa, da mega-operação no Morro do Alemão, no Rio de Janeiro. O endereço é http://ferreiraalbuns.multiply.com/photos/album/16 e está aberto para todo mundo, até agora. Também vale guardar nos Favoritos/Bookmarks o blog “Diário de um PM”, que tem se tornado uma febre não apenas no Rio de Janeiro, mas em vários outros Estados onde a violência impera.

texto completo

Amei. Amei demais.

No domingo (24/jun/2007), a primeira página da Folha de S. Paulo assustou leitores. Foram comprar o jornal que muitos consideram o mais sério (no sentido de carrancudo) do Brasil e ficaram em dúvida se era o mesmo jornal ou uma alternativa à revista Caras. Entrevista exclusiva com a Mônica Veloso, a jornalista que teve um relacionamento com o Renan Calheiros (o rei do gado em Alagoas), em que ela responde aos questionamentos relacionais das repórteres. Nas palavras dela: “amei, amei muito. Ele é um homem extremamente inteligente.” Na mesma primeira página, vemos o presidente do Banco Central do Brasil, Henrique Meirelles, “mostrando sua intimidade à Mônica Bergamo (não à Veloso), colunista social do jornal. O problema não é exatamente a inusitada primeira página da Folha. É o conteúdo. A entrevista com Mônica Veloso é pueril e parece um chá da tarde. E sobre o presidente do BC, sem comentários.

texto completo

Declínio do Nordeste. No futebol…

A semana não começa nada bem para os torcedores pernambucanos. Logo de cara, a Folha de Pernambuco “brinda” o jogador do Sport Recife com uma triste, porém verídica, reportagem: a atual campanha do Sport no Campeonato Brasileiro é a pior desde 1991. A campanha do time tem sido sofrível e deprimente, o que dá respaldo ainda maior para a polêmica capa do Globo comentada aqui no blog. O crédito da foto que ilustra este post é do glorioso Bob, vulgo Robert Fabisak, na edição desta segunda-feira do mesmo jornal. Mas a imagem não mostra o Sport, e sim o Náutico, em jogo recente. Por que? Porque no caso do Nordeste, a reportagem da Folha de Pernambuco é aquele tipo de texto que o repórter quase não tem trabalho. É mudar um detalhe aqui, outro ali, salvar e colocar o texto para rebolar. Não desmerece o trabalho de apuração, evidentemente, apenas evidencia como o futebol nordestino está capenga há muito tempo. Desta vez, nem precisamos ir longe no nosso banco de dados. Há apenas dois anos, o Jornal do Commercio publicou uma extensa reportagem sobre o declínio do futebol pernambucano. Era dezembro de 2005 e o texto abre assim: Má gestão

texto completo

Chacal brasileiro

O bafafá sobre Lamarca traz à tona uma sugestão interessante para quem gosta de ler. Lamarca liderou a VPR (Vanguarda Popular Revolucionária), com ações guerrilheiras como assalto a bancos e seqüestros. A menção à VPR nos obriga a deixar a dica de leitura do livro-reportagem O Homem que Morreu Três Vezes, do colega Fernando Molica, que trata da figura do advogado gaúcho Antonio Expedito Carvalho Perera, o “Chacal brasileiro”. Antonio Perera é uma figura pouco conhecida dos livros de história, mas teve papel crucial no desenvolvimento da VPR. O mais interessante no livro-reportagem do Molica é a metamorfose pela qual Perera passa, de um advogado fuinha e conservador, até o auge de carregar a alcunha de Chacal brasileiro. O livro é facilmente encontrado nas livrarias online, como Submarino, Saraiva etc. Quem foi o verdadeiro Chacal? Sobretudo para os mais jovens, o “verdadeiro” Chacal é conhecido por causa do cinema com o filme O Chacal (The Jackal, 1997, EUA) com os famosos Richard Gere, Bruce Willis e Sidney Poitier. Em termos de qualidade, o filme de 1997 zela apenas pelo teor estilizado. Bom mesmo é o original The Day of the Jackal, de 1973, dirigido pelo Fred Zinnemann e baseado no

texto completo

Lamúrias de Lamarca

Os militares estão em polvorosa. Criticaram duramente a decisão do governo em conceder pensão de general-de-brigada à esposa de Carlos Lamarca (1937-1971), o militar-que-virou-guerrilheiro na época da ditadura. Lamarca foi morto pelo Exército na Bahia, em setembro de 1971, depois de ter desertado em 1969 levando consigo armas e munições. O Ministério da Justiça divulgou a nota oficial, com a decisão da Comissão de Anistia do governo, para a imprensa. E desde então, o assunto continua na roda da mídia. Os institutos de Direitos Humanos aplaudem a decisão. Os militares, não aceitam que Lamarca seja condecorado, ainda por cima como general-de-brigada (R$ 12.152,61 mensais), visto que naquela época ele desertou como capitão. Para entender melhor a questão, esta matéria na Folha de S. Paulo, para assinantes UOL. Em setembro de 1971, Lamarca foi morto na Bahia. Se você quer saber como aconteceu a história da perseguição e o desfecho, visite o Banco de Dados da Folha, gratuito, com o material publicado na época. A história de Lamarca é deveras interessante. Ninguém precisa virar especialista, mas o filme Lamarca, de 1994, vale a locação. A começar pela excelente atuação do Paulo Betti. Tem direção de Sérgio Rezende. Uma resenha de 1997,

texto completo

A baranga repensada

Um leitor ficou curioso sobre o comentário do colunista Thiago Soares, na Folha de Pernambuco. Em referência à cantora Britney Spears, diz o jornal: “foi flagrada tomando banho de piscina e, quando todo mundo pensava que ela estaria super em forma, eis que Britney aparece super baranga, com pneuzinhos à mostra e muitas, muitas celulites. Dizem as más línguas, que a cantora anda afundando as mágoas em doces“. A curiosidade do leitor é motivada pelas duas fotos de divulgação publicadas no jornal. A gente entende e se solidariza com a angústia do leitor. Na nossa época, baranga era uma mulher gorda, pelancuda, desdentada e, ocasionalmente, também feia. Se é que isso não é redundância. Ao ver as fotos da Britney Baranga no jornal, nosso angustiado leitor comenta: faz tempo que não vejo uma baranga assim de perto.

texto completo

Site Footer

Sliding Sidebar

Instagram