Brigas e ameaças entre o prefeito e o candidato

TUPANATINGA // Clima esquenta entre as duas famílias que se revezam no poder da cidade Paulo Rebêlo Diario de Pernambuco // 31.agosto.2008 Tupanatinga – O cérebro do maligno. É assim que o candidato Duca Feitosa (PSB) define o atual prefeito Manoel Roque (PMDB). A militância de Feitosa é acusada, pelo prefeito, de ter orquestrado uma suposta tentativa de assassinato contra ele. Ambos se revezam na chefia do municipal – e na disputa eleitoral – há quase 20 anos neste pequeno município no entroncamento entre Buíque, Itaíba e Ibimirim, a 320 quilômetros do Recife.

texto completo

A preocupação comum de homens e mulheres

PESQUISA // Recifenses apontam saúde como principal problema para o próximo prefeito resolver Paulo Rebêlo Diario de Pernambuco – 10.agosto.2008 A segunda parte da pesquisa realizada pelo Grupo de Estudos do Macroambiente Empresarial de Pernambuco (Gemepe), ligado à Faculdade Frassinetti do Recife (Fafire), revela quais os principais anseios da população, em subcategorias. Desta vez, os entrevistados foram classificados por faixa etária, sexo, nível de escolaridade e ocupação. A primeira parte, com os números gerais relativos a Recife, Olinda, Jaboatão e Paulista, foi publicada pelo Diario na edição do último domingo.

texto completo

Municípios que ainda remam contra a maré

Pesquisa // Estado caiu duas posições considerando emprego, educação e saúde Paulo Rebêlo Diario de Pernambuco – 10.agosto.2008 Pela primeira vez, um banco de dados público com números e estatísticas oficiais reunidas pode ajudar prefeitos e governadores a elaborar melhores políticas públicas para a população. Sem depender do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) das Nações Unidas, o Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM) agrega três variáveis de ação – emprego/renda, educação e saúde – e cria um ranking das cidades. Firjan é a Federação das Indústrias do Rio de Janeiro. Divulgado durante a última semana e com dados relativos a 2005 para 5.564 municípios brasileiros, mostra que Pernambuco caiu duas posições no ranking de desenvolvimento humano. No desempenho estadual, Pernambuco saiu da 11ª posição nacional para 13º.

texto completo

Os problemas do cidadão recifense

Desafios // Pesquisa da Fafire mostra que saúde e segurança preocupam mais a população Paulo Rebêlo Diario de Pernambuco – 03.agosto.2008 Todo candidato garante conhecer os problemas e anseios da população. Em certas ocasiões, beiram a soberba. Os números e pesquisas pelos quais costumam gerar seus planos de governo, contudo, raramente são publicados. A fim de tentar preencher uma lacuna informativa sobre os desafios para os próximos prefeitos da Região Metropolitana do Recife (RMR), o Grupo de Estudos do Macroambiente Empresarial de Pernambuco (Gemepe), ligado à Faculdade Frassinetti do Recife (Fafire), acaba de divulgar um amplo levantamento sobre a percepção dos habitantes e suas principais dificuldades como cidadãos.

texto completo

O esconde-esconde dos pontos turísticos do Recife

Paulo Rebêlo Diario de Pernambuco – 03.agosto.2008 Recife não é apenas uma cidade perdida entre os piores índices sociais e de violência. Também é uma cidade para se perder. Literalmente. Que o diga a professora curitibana Adriana Grani, há seis anos residindo na capital pernambucana. Ao chegar, arriscou-se a procurar os principais pontos turísticos da cidade por conta própria. Tentativa frustrada, a exemplo de tantos outros turistas que só conseguem se localizar nas principais avenidas e, mesmo assim, com dificuldades. Nos arredores da praça de Boa Viagem, um dos cartões postais recifenses, não há indicação sobre pontos históricos e importantes para a cultura local. A situação nos demais bairros é ainda pior.

texto completo

Os eternos desafios da habitação e saneamento

DESAFIOS DO RECIFE // Mesmo com os projetos executados por vários prefeitos, Recife tem um dos maiores déficits habitacionais do Norte e Nordeste Paulo Rebêlo Diario de Pernambuco – 20.julho.2008 Todo prefeito do Recife se orgulha da criação de novas moradias populares e suas respectivas infra-estruturas, mas a conta não fecha. Ao final de cada gestão, o problema de habitação continua a ser um dos principais desafios do futuro prefeito, pois o déficit habitacional cresce a cada ano. A depender da fonte de pesquisa, o número pode até variar, mas os indicadores convergem ao resultado prático: nas regiões Norte/Nordeste, o Recife é – novamente – a capital com o pior índice do setor.

texto completo

A agenda inadiável dos transportes

DESAFIOS DO PRÓXIMO PREFEITO // Desenvolvimento do Recife emperra na falta de serviços públicos, de mobilidade dos cidadãos e no excesso de veículos privados Paulo Rebêlo Diario de Pernambuco – 13.julho.2008 Sol a pino, buzinas, veículos parados, ônibus enfileirados, cruzamento fechado e pedestres que se jogam sobre os carros para chegar ao outro lado da avenida. Não é a Cidade do México, mas apenas um dia qualquer no caótico trânsito do Recife. Em cenário deste porte, é fácil observar a ausência estrutural de transporte: coletivos lotados, calçadas disformes, excesso de veículos particulares em áreas que há muito não suportam a demanda. Por mês, cinco mil novos veículos são cadastrados no município.

texto completo

O que esperar do futuro prefeito?

RECIFE // Campanha eleitoral tem início oficialmente neste domingo e, com ela, começa o período de discussão sobre os problemas da cidade ___ Paulo Rebêlo Diario de Pernambuco 06.julho.2008 ___ Ser prefeito de uma cidade como o Recife requer várias qualidades. E ter boa memória deveria ser uma das principais virtudes exigidas pelo eleitor, cujas recordações políticas são, historicamente, poucas. Memória para lembrar, depois de eleito, todas as promessas da campanha eleitoral que se inicia oficialmente neste domingo. Memória para recordar os problemas crônicos, atemporais, imemoriais do Recife. Memória para ter humildade, buscando soluções pragmáticas para o grande desafio de gerenciar uma cidade que é ícone de tantos índices sociais negativos.

texto completo

Pesquisa estadual esquenta debate sobre Bolsa Família

Social // O desafio de atender situações extremas sem aumentar o grau de dependência Paulo Rebêlo Diario de Pernambuco – 15.junho.2008 Como continuar distribuindo dinheiro para quem não tem emprego, sem perpetuar a pobreza? Ao considerar que a qualificação profissional não é um requisito, eis um dos principais dilemas do Bolsa Família e, ao mesmo tempo, alicerce das maiores críticas de quem acredita que o programa só ajuda a aumentar o já latente assistencialismo praticado no Brasil.

texto completo

Site Footer

Sliding Sidebar

Instagram