Telemar e VoIP: proibição confunde usuários

Paulo Rebêlo Circulou em sites de notícias a suposta proibição da Telemar para serviços de telefonia IP (VoIP) dos clientes. Usuários do Velox, serviço de conexão em banda larga da empresa, não poderiam contratar outras empresas que oferecem mecanismos para usar a internet como telefone. A diretoria da Telemar, no Rio de Janeiro, esclarece que a cláusula contratual não é novidade alguma e existe, em contrato, para todos os clientes do Velox desde o primeiro semestre do ano passado. Em nota divulgada pela assessoria, a direção explica que “o Velox, por ser um serviço de transmissão de dados em regime privado, lhe permite estabelecer cláusulas nos contratos com seus clientes. Entre as cláusulas está a proibição do uso do VoIP via Velox, uma vez que o serviço ainda não está regulamentado no País”. A medida não inclui o uso de softwares de telefonia IP, como Skype, MSN Messenger, Yahoo e tantos outros, já que a empresa não tem como bloquear uso de software, apenas de hardware. Ou seja, o usuário não pode é colocar um aparelho telefônico de outra empresa, para usar a rede do Velox e estabelecer chamadas em VoIP. No contrato de prestação de serviço, cláusula 2.9, pode-se

texto completo

A volta do “Computador para Todos”

Folha de Pernambuco – 02.nov.2005 Depois do fiasco político em relação ao projeto de um computador popular, quando o Congresso perdeu a validade para votar a medida provisória 252, a chamada “MP do Bem” que beneficiaria os fabricantes de eletro-eletrônicos no Brasil, agora os senadores resolveram voltar atrás e aprovar os benefícios tributários na medida 255. Foram quatro meses e meio de negociações, muito lobby e promessas populistas, para que a proposta do hoje Computador para Todos saia do papel. Agora, resta apenas ao presidente Lula sancionar para que a medida vire lei. Com a nova MP do Bem aprovada, as fabricantes de computadores voltam a ter isenção de PIS e Confins, dois dos impostos obrigatórios. A redução tributária é de 9.25%, a qual será repassada ao preço final dos computadores até R$ 2.500, teto válido para a isenção. Ou seja, ao comprar um computador de, digamos, R$ 1.500 ao custo de hoje, o consumidor poderá pagar apenas R$ 1.362. O desconto vale apenas para fabricantes reconhecidas, ou seja, as que já pagam os impostos devidos. Lojas e empresas que vendam computadores com peças de contrabando ou pelo mercado “cinza”, possivelmente não repassarão o desconto já que não pagam os

texto completo

Horário de verão não muda tarifas

Paulo Rebêlo Folha de Pernambuco, 19.out.2005 Os internautas de acesso discado à Internet, via telefone e modem, podem ficar tranqüilos em relação ao horário de verão, válido em boa parte do território nacional, mas não nas Regiões Norte e Nordeste. Com os relógios adiantados em uma hora, a tarifação dos pulsos telefônicos continuam seguindo os horários locais em vigência, ou seja, nada muda por aqui. A tarifa reduzida é quando o internauta paga apenas um pulso telefônico – cerca de R$ 0,14 – independente das horas em que fique online. É válido de segunda a sexta, entre 0h e 6h, e a partir das 14h do sábado até a 6h da segunda-feira. Nos outros horários, os pulsos são cobrados a cada quatro minutos de uso do telefone, encarecendo a conta ao final do mês. A Telemar esclarece que trabalha com os horários locais de cada cidade.A empresa, em conjunto com a Anatel, ainda esclarece que não é verdadeiro o e-mail que anda circulando pela Internet de que haverá um fim do pulso único. O e-mail com o boato diz que os horários de tarifação serão reduzidos e reclama até mesmo da “omissão e conivência” dos órgãos de defesa do consumidor”.

texto completo

Telefone: assinatura custará metade do preço

O Ministério das Comunicações fechou um acordo com as operadoras de telefonia para oferecer o chamado “telefone social”, um aparelho de telefone fixo cuja assinatura será a metade do valor cobrado hoje. Telemar, Telefônica, Brasil Telecom, Embratel, GVT, Sercomtel e CTBC vão oferecer a linha para pessoas com rendas de até três salários-mínimos por mês e a assinatura vai custar R$ 19,00. A franquia de pulsos “gratuitos” (incluídos no valor da assinatura) é de 60 pulsos ou 100 minutos, menor do que a linha convencional de cem pulsos ou 160 a 180 minutos. Caso a pessoa exceda a franquia, o valor das ligações locais também será mais alto. Enquanto um pulso telefônico custa R$ 0,14, no telefone social será cobrado uma média de R$ 0,312 e só poderá ser feita com a aquisição de um cartão pré-pago para liberação. Em nota oficial, o Ministro das Comunicações, Hélio Costa, explica que o valor do pulso e da assinatura pode ser reduzido caso os Estados isentem as operadoras de impostos locais. As linhas devem ficar disponíveis para a população a partir de janeiro de 2006, com prazo de instalação para até 90 dias.

texto completo

Ebay compra Skype por US$ 2,6 bilhões

As suspeitas não eram infundadas e a bolha das empresas pontocom está voltando. O Ebay, maior site de leilões virtuais, acaba de comprar a companhia responsável pelo Skype, o software mais popular na Internet para ligações telefônicas via IP. Tudo sobre telefonia pela Internet foi abordado na edição de 13 de julho da Folha. Avaliada em US$ 2,6 bilhões, a compra ainda é uma incógnita sobre o futuro do Skype. Oficialmente, as empresas dizem que a transação permite ao eBay entrar em novos setores de atuação e ao Skype expadir a base de usuários, hoje com 54 milhões de pessoas cadastradas em 225 países, com média de 159 mil novos associados por dia, segundo dados da empresa. Somente no Brasil, são quase quatro milhões de cadastrados, colocando o País na terceira posição de uso, atrás apenas dos EUA e da Polônia. Curiosidade: o Skype foi criado pelo sueco Niklas Zennstrom e pelo dinamarquês Janus Friis, os mesmos que desenvoleram o Kazaa, que durante anos foi o mais popular programa P2P para troca de arquivos na Rede. Passaram o software adiante em 2002 e começaram com a companhia do Skype.

texto completo

PC Conectado – Governo pode ceder às pressões

Paulo Rebêlo [email protected] O PC Conectado, projeto de computador barato para a população de baixa renda que foi noticiado pela Folha na edição passada, acaba de ser adiado novamente. Inicialmente previsto para março, agora o governo trabalha com o mês de abril para colocar no mercado as primeiras unidades. Duas empresas já mostraram interesse em fabricar computadores para o programa: a Cobra Tecnologia, que é do Banco do Brasil; e Ponto Frio, da Positivo, em parceria com operadoras de telecomunicações. Informações de bastidores dão conta de que o governo pode ter cedido às pressões da Microsoft em incluir o sistema Windows no PC Conectado, opção contrária à defendida pelo Instituto Nacional de Tecnologia (ITI), que pretende incluir apenas o Linux e softwares de código aberto. Seriam três versões diferentes do PC Conectado: uma com o Linux, mais barata; outra com Linux e Windows XP, a um valor intermediário; e a mais cara, somente com XP. O diretor do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), Sérgio Rosa, não confirma as informações relacionadas à inclusão do Windows. “É prematuro falar em definições sobre plataformas e aplicativos do PC Conectado, todas as informações nessa área são especulações”, classifica. O Serpro, também estatal,

texto completo

PC popular , o Fome Zero da tecnologia

Paulo Rebêlo – [email protected] A novela do PC Popular está sendo reprisada. Desta vez, o novo projeto do Governo Federal se chama PC Conectado e tem como objetivo vender computadores a preços reduzidos para a população de baixa renda. O governo entra com subsídios e o comprador poderá parcelar o valor em até dois anos, em prestações que não devem ultrapassar R$ 50. Resta saber se vai dar certo. Afinal, não é a primeira vez que o Brasil tenta expandir o acesso à informática com programas populares. Confira o que está acontecendo e o que já aconteceu em programas estatais de popularização da tecnologia. Governo tenta popularizar novamente O governo trabalha com um prazo para o mês de março, mas o fato é que ninguém sabe ao certo quando chega, ou se vai chegar um dia, o chamado PC Conectado – a nova cria brasileira em matéria de computador popular para as massas. Com sistema operacional Linux e programas gratuitos de escritório, o PC deverá ter um custo final de R$ 1,4 mil. No início das negociações entre ministérios e empresas, durante o ano passado, a idéia era que o micro não ultrapassasse R$ 1 mil. O custo do equipamento

texto completo

Intrigas, ciúmes e ameaças na Internet

Paulo Rebêlo – [email protected] As férias escolares já não são como antes. A viagem para o interior deu lugar a passeios quase diários nas fortalezas dos shoppings; o futebol no meio da rua mudou-se para o videogame com joystick; o corre-corre com amigos foi trocado pelas competições em lan houses escuras e fechadas. E aquele tempo em que a garotada ficava de bobeira, sem nada para fazer nas férias (e geralmente “pintava o sete”) agora é preenchido com as maravilhas da Internet. Ainda tem a praia, mas como ninguém pode mais tomar banho por causa dos constantes ataques dos tubarões, o que sobra mesmo são as inúmeras possibilidades de interação na Web, consumindo horas e horas em atividades as quais, muitas vezes, ninguém imagina que possam resultar em conseqüências mais sérias. Blogs, fotologs e Orkut também são responsáveis por brigas, intrigas, ciúmes e até ameaças entre internautas. Há casos complicados, em que pessoas chegam a ser ameaçadas e sofrem com ofensas anônimas pela Rede. Internautas deparam-se com visitas indesejáveis Usuários de blogs e fotologs sofrem até ameaças A recifense Vanessa Figueiroa poderia facilmente se perder na multidão virtual, como uma usuária qualquer que gosta de publicar fotos e comentários em

texto completo

Windows 98 Second Edition

Paulo Rebêlo | junho.1999 Imagine o Windows 98 instalado, seu computador mais devagar e os problemas aparecendo. Se for esse o seu caso, a Microsoft pode estar com a solução dos seus problemas na bandeja. Trata-se de uma segunda versão do Windows 98, atualizada, corrigida, e com algumas funcionalidades a mais. Durante a fase de testes da nova versão, a intenção da empresa era de repetir o processo feito com o Windows 95: lançar uma versão OSR (OEM Service Release), a qual seria distribuída em novos computadores. Assim, ficamos conhecendo o Windows 98 OSR1, que desde o começo do ano vem passando por uma bateria de exames, a fim de mostrar-se um sistema operacional mais estável e mais rápido – não, não é uma piada. Ao menos é a intenção…

texto completo

Site Footer

Sliding Sidebar

Instagram