Bíblia do Solteiro Apostólico IV

Paulo Rebêlo // maio.2003

Parte 4 – O feng-shui do solteiro – Seu cafofo — aquele zungu onde você mora ou se esconde — exerce um importante papel em sua caminhada doutrinal. Não se iluda: elas prestam magnânima atenção ao cafofo onde você pretende, digamos assim, celebrar o ápice da doutrina Tico-Tico no Fubá. Como todo bom ranzinza, é possível que você tenha dificuldade natural em convencer qualquer mulher a fazer-lhe uma inocente visita. Uma visita ingênua, apenas para tomar vinho em copo de plástico ou comer um nissin-miojo requentado. Se bem que agora tem Cup Noodles, bem mais prático.

Frei Ranzinza resolve agora revelar segredos milenares e à milanesa, oriundos de religiões ocultas do oriente e desoriente. Um feng-shui exclusivo para os solteiros ranzinzas. Frei Ranzinza segue os ensinamentos à risca, mas quase nunca (ok, nunca) consegue convencer alguma beata a ajoelhar e rezar. Quem sabe com você não é diferente?

Ornamentação meta-urbanística esotérica Você passou um tempão para convencer a beata que ela pode subir e conhecer o seu altar e, agora, cabe a você a seguinte decisão: quer que ela volte outra vez ou nunca mais?

Existe apenas uma regra para se dar bem no feng-shui apostólico: conhecer um pouco a personalidade da beata. É difícil, mas com treino você chega lá. Basta fazer com que ela fale bastante (a parte fácil) e com que você consiga assimilar (a parte difícil) tudo. Assim, você junta peças e tenta imaginar o quê ela vai pensar no momento em que ponha os pés no cafofo.

1. Tem mulher que não gosta de apóstolos muito certinhos, engomadinhos. De repente, ela entra no cafofo e se depara com tudo arrumado, faxinado, limpo e decorado. Pode achar que você é o maior cri-cri (ou gay) e não vai querer uma passagem de volta. Logo, o fengshui ensina que, para essas mulheres, é melhor manter o cafofo na condição de sempre, ou seja, bagunçado, com as roupas espalhadas pelo chão e pelas cadeiras. Boa idéia é ornamentar o ambiente com obstáculos: sapatos e livros soltos pelo chão funcionam bem. Sacolas plásticas e garrafas, idem.

Quando o cafofo está arrumado, algumas beatas menos experientes podem achar que você é sempre assim, desses sujeitos organizados e aprumados na vida. Podem gostar de você logo de cara e, quem sabe, se apaixonar. Vão querer sempre estar por lá, fazer visitas surpresas, levar uma comidinha. Reflita sobre isso. E trate de bagunçar o zungu. Agora, tenha em mente que ornamentação de cafofo é uma faca de dois legumes. Frei Ranzinza precisou de muito lúpulo para criar um guia prático e funcional. A conclusão é que, quase sempre, o único jeito de saber se vai dar cebola ou tomate é… bom, a gente não tem como
saber.

Tenha muito cuidado. Há beatas que quando entram no cafofo e presenciam aquela bagunça e aquelas roupas espalhadas pelo ambiente, são invadidas por um sentimento materno indescritível, mas que todo homem conhece bem. Podem lhe achar um sujeito necessitado de um toque feminino e, nesse caso, só um exorcista para tirá-la do seu pé. Ela vai sempre querer lhe ajudar a fazer a faxina, arrumar os livros, organizar a geladeira e fazer uma feirinha básica. Tudo será motivo para uma visita, por vezes demorada. Para essas beatas, leve a faxineira um dia antes e deixe claro que mãe só existe uma.

2. Outras beatas, porém, ao ver aquele cafofo todo bagunçado, podem achar que você é um cara relaxado e que não liga para a organização — o que não é verdade, a faxineira é que cobra caro por cada visita trimestral. E então, essas beatas podem não querer mais voltar, vão ficar com aquela impressão para sempre. Reflita sobre essa possibilidade e pague a faxineira. Ou não.

3. Não importa que tipo de homem você seja. Que tipo de homem você quer ser, nas poucas horas em que ela esteja próxima a seu altar sagrado? Espalhe livros e revistas pela casa, você será um cara de leitura, bem informado. Só não diga que é jornalista, para ela não pular da janela em suicídio ou para ela não puxar a carteira e lhe emprestar vinte reais, ciente de sua pré-condição financeira universal. Mas, caso aconteça, pegue logo os vinte reais dizendo que “não precisava” — antes
que ela mude de idéia.

Quer fazer o tipo “desgarrado”? Deixe uma ou outra peça feminina pela casa. Sapatos de salto ou calças de tecido fino, de cores vibrantes, são boas opções. Pulseiras, brincos e aqueles bagulhos de prender cabelos, também funcionam. Só nunca deixe calcinhas ou sutiãs à mostra. É suicídio na certa. Caso aconteça, lembre-se que sua mãe e suas irmãs moram em um apartamento com sérios problemas hidráulicos e, eventualmente, precisam tomar banho no seu cafofo.

Pronto, se a beata passar para a segunda fase do seu feng-shui, ou seja, vá conhecer o seu quarto, é hora de aplicar os conceitos milenares e à milanesa em dois cômodos diferentes: a cama e o sofá. Aguarde o próximo e derradeiro capítulo da Bíblia do Solteiro Apostólico.

Site Footer

Sliding Sidebar

Instagram