Windows 2000 Service Pack 2

Paulo Rebêlo | maio.2001

Usuários do Windows 2000 podem correr ao site da Microsoft e fazer o download do segundo pacote de serviços e atualizações – Service Pack 2 – para o sistema operacional. O arquivo completo, de 101 Mb, está disponível em www.microsoft.com/windows2000/download/servicepacks/. São cerca de 500 bugs corrigidos, em grande parte relacionados à estabilidade, performance e segurança do Windows.


O lançamento de Service Packs é uma tradição da Microsoft. Após a concretização de um sistema operacional e um certo período de tempo, a empresa libera um arquivo com várias correções dos problemas detectados até então, além de certas melhorias. Afora os usuários do Win2000, quem usa Windows 98/SE/ME também pode fazer uma verificação do sistema, via internet, no site www.windowsupdate.com – todas as correções podem ser baixadas gratuitamente.

Quem não quiser fazer o download do novo Service Pack para Win2000, pode requisitar um CD no site por US$ 19,95. As empresas/usuários que não usam o Win2000, em breve poderão comprar o sistema já com o Service Pack 2 (SP2) pré-instalado, facilitando a manutenção. Ao mesmo tempo, a Microsoft anunciou, em nota oficial, que não mais dará continuidade aos Service Packs para Windows NT 4. Ou seja, os atuais usuários do NT devem recorrer ao Win2000 ou continuar usando o atual SP6a.

Com o SP2, a tendência é que o número de compradores do Win2000 cresça. A Microsoft vem amargando um aumento significativo na adoção do Linux, principal concorrente do Win2000 em empresas e servidores. Em conseqüência do alto custo e da conhecida instabilidade dos produtos Microsoft, o Win2000 perde terreno para o Linux – um sistema operacional gratuito – que tem crescido de forma exponencial.

Em uma pesquisa recente da ZDNet americana, o Linux conseguiu ultrapassar o Win2000 em performance e velocidade quando utilizado sob condições extremas, ou seja, em computadores com alto poder de processamento e altas quantidades de informação armazenadas – de 100 Gb para cima.

Mês passado, a Microsoft mudou a política de contratos e licenças às empresas que estejam dispostas a instalar sistemas Windows nos computadores. Antes, uma empresa/escritório pagava por um contrato de três anos e, após o período, não pagava mais nada. Com a nova política comercial da Microsoft, agora é necessário renovar o contrato a cada ano e pagar a taxa anual. A vantagem é que as atualizações são gratuitas, porém, o preço final aumenta.

Para a indústria, enquanto a medida pode beneficiar alguns poucos clientes, certamente irá espantar muitos. Segundo pesquisa do Guernesey Research, o acréscimo no valor final para a maioria das empresas ficará entre 22% e 68%, a depender da situação. Para o Gartner Group, o aumento pode ficar entre 33% e 107%.

Site Footer

Sliding Sidebar

Instagram