O fim do Millennium (o Windows…)

Paulo Rebêlo | fevereiro.2000

Quem acompanha de perto as notícias da Informática, principalmente as referentes à Microsoft, deve ter tomado conhecimento sobre o projeto da empresa de lançar, no ano 2000, um novo Windows, que até então carregava o codinome de Millennium, voltado ao usuário doméstico. Com o lançamento do Windows 2000 (win2k) no mercado, considerável parte dos usuários ficaram ilhados, haja vista ser o Win2k um sistema operacional otimizado ao usuário corporativo, empresas e provedores em geral. Os que usam Windows 95/98 podem não ter resultados satisfatórios com o Win2k e o Windows Millennium serviria justamente para preencher a lacuna.


A Microsoft não apenas cancelou o projeto Millennium, mas também o projeto Neptune, que viria a ser outro Windows. A diferença entre ambos? Simples. Enquanto o Millennium seria o sucessor do atual Windows 98, o Neptune ficaria com o cargo de versão mais “light” do Windows 2000, também voltada ao usuário doméstico.

O Windows Millennium está (estava) atualmente em sua versão beta 2, e sendo amplamente aguardado como uma opção bastante plausível e eficiente. Com o Win2k, a Microsoft conseguiu fazer um sistema robusto e sem os travamentos do Windows 95/98. A idéia era fazer o mesmo com o Millennium.

Fim de projeto, fim de Millennium? Nem tanto. O atual código será usado para uma terceira versão do Windows 98, oficialmente batizada de
WINDOWS ME – abreviatura para Windows Millennium Edition – a qual não deverá trazer muitas novidades além de correção de bugs, maior suporte a hardware, menos travamentos e um pouco mais de performance. Enfim, será o Millennium sob nome parecido.

Diferentemente do que foi pregado pela Microsoft em suas notas oficiais durante 1999, o Windows ME ainda possuirá DOS (leia-se: código 16-bit) embutido em sua estrutura. A empresa alega que muitos recursos e aplicativos, voltados ao usuário tipicamente doméstico, requerem DOS e não sobram outras alternativas.

Sendo assim, o mercado passa a ter outra visão da próxima versão do Windows. A que não será nada mais além de uma terceira edição do Windows 98 – ou Windows 98 Third Edition – a exemplo do que foi feito com o Windows 98 SE.

Será? Resta-nos apenas a espera. A Microsoft pretende lançar o Windows ME no mês de maio, em computadores novos e, posteriormente, vendê-lo nas lojas. Após o lançamento oficial do Windows ME, a Microsoft voltará a investir pesado na versão “light” do Windows 2000, voltada aos usuários mais domésticos que não precisem de tantos recursos. Por enquanto, o codinome da versão é “Whistler” e não há previsão de quando será comercializado.

No intervalo, os usuários ainda irão contar com um pacote de serviços e atualizações (service pack) para o Office 2000 e outro para o Windows 2000, que antes mesmo de ser lançado comercialmente já contava com duas falhas de segurança. Quem já estiver usando o Windows 2000, pode baixar as correções diretamente no site da Microsoft ou usar o Windows Update- www.windowsupdate.com

Maiores informações e referências atualizadas sobre o antigo Windows Millennium (agora Windows ME), o leitor encontra visitando o site http://www.pluralweb.com/rebelo/docs/me

Site Footer

Sliding Sidebar

Instagram