Adeus aos fios

Se você tem fios demais entre computadores e periféricos, em casa ou no escritório, já vale a pena considerar os benefícios de instalar uma rede wireless.

Paulo Rebêlo | 26.abril.1999

Após um tempo pensando se deveria ou não comprar um segundo computador para a casa, você finalmente resolve fazer o investimento e chega com a novidade debaixo do braço. Um pouco mais lento, menos memória e disco rígido menor, é claro. Nada muito profissional, mas ao menos já dá para chamar a turma do trabalho para a sessão de exercícios – bater uma pelada, no Fifa 99.

Sua casa só tem espaço livre no outro quarto? Ok, melhor ainda. Ao menos ninguém será tentado a segurar sua per… digo, seu braço na hora em que você for fazer o gol. Sua impressora, seu scanner, seu modem e seu aparelho de fax conseguiram juntar tantos fios em um lugar só, que você ainda nem havia parado para pensar que precisaria de mais fios para a tão sonhada rede.

Com o computador “novo” montado no outro quarto, você tenta imaginar como irá ficar o fio passando pela parede. Sua mulher, antes de mais nada, pergunta logo se será preciso quebrar a parede. Porque se for, ela joga fora o brinquedo novo. A idéia de persuadi-la dizendo que ela poderá atualizar a agenda de compromissos na hora que quiser, não mostra muito resultado quando ela repara na lentidão do micro. “Eu quero o mais rápido!”, retruca sua digníssima esposa.

Parece que esse problema – doméstico – terá que ser resolvido depois. Mas, e a rede? O outro quarto não está tão próximo assim, será que vai ter fio que chegue até lá? As visitas não vão achar “estranho” um pedaço de fio grosso passando pela parede da sala ou da cozinha? Será que sua esposa também não irá reclamar com o barulho da furadeira e a poeira levantando?

A nova onda de rede sem fio que está começando a chegar ao Brasil pode ser a solução. Apesar de ainda não estarem muito bem difundidas, as redes sem fio (wireless network, wireless LANs) já fazem a cabeça de muita gente, e começam a ser expandidas às empresas. O processo é simples: um adaptador sem fio é instalado em cada micro, o software de gerenciamento é configurado e… pronto! Nada de furadeira, broca, poeira ou fio passando por todos os lados. A comunicação entre os computadores é feita através do ar, por radiofreqüência. Limpo e prático.

Seus micros estarão ligados em rede, agora. Seu acesso a Internet poderá ser feito a partir de ambos os computadores, usando a mesma linha e o mesmo modem. Uma boa economia, a começar pela conta telefônica. Caso o escritório seja em sua própria residência, você pode colocar o micro até no banheiro, se quiser, sem a preocupação da passagem dos fios. Não que seja um local propício para tal, mas… quem sabe.

Nos Estados Unidos, as redes sem fio já estão se tornando febre. No Brasil, a Diamond é quem está liderando o mercado, sem concorrente por enquanto. A empresa dispõe de diversos pacotes para interligar notebooks e desktops, além de adaptadores adicionais que podem ser comprados por fora. A quantidade de adaptadores e a velocidade na transmissão de dados ainda dependem um pouco da distância em que as máquinas estão localizadas entre si.

Até 47m, é possível interligar 16 computadores à velocidade de 1 Mbit por segundo. Comparado às redes convencionais, não é muito. Mas já é bem mais do que aquele modem que você usava para transferir dados entre o seu computador e daquele cliente que adora vir a seu escritório coletar relatórios. 1 Mbit por segundo pode ser suficiente para empresas de menor porte, escritórios locais e residências. Sempre lembrando que ainda se trata de uma tecnologia relativamente nova, que só tende a crescer e melhorar.

Caso não seja possível se manter no raio de 47m, a Diamond possui um pacote de rede sem fio pela instalação telefônica. Mesmo havendo a ligação física entre os computadores, a freqüência usada pela rede será diferente da do telefone, possibilitando assim, o uso de ambos, ao mesmo tempo. Sem contar que o raio de atuação se estende até 152m.

No que se refere à conexão Internet, até três micros podem ser ligados simultaneamente e usar o mesmo equipamento. Já se tratando de periféricos, você realmente estava pensando em comprar duas impressoras, dois CD-ROMs ou dois scanners? É possível compartilhá-los também, desde que não haja a necessidade do uso intenso entre eles. Economia de tempo e dinheiro.

Até agora, ouve-se falar no avanço da rede sem fio graças à concorrência que vem acontecendo nos EUA, onde empresas de grande porte como a Intel, 3Com e IBM começam a entrar no páreo. No Brasil, ainda será preciso esperar um pouco mais, contudo, a Diamond já oferece seus produtos por preços competitivos, a partir de 189 dólares.

Site Footer

Sliding Sidebar

Instagram

  • Brilhando uma estrela vermelha para iluminar esta noite cinza HeinekenLight
  • Minhas pokernights no cabem numa dose Tentarei a garrafa

arquivão