MP3 chega em sua casa

Paulo Rebêlo | dezembro.1998

Hoje, são poucas as pessoas que não sabem o que é MP3 – Mpeg Layer 3 Audio. Com um formato de compressão de áudio excelente, é possível extrair faixas de CD’s comuns de música, converter e escutar em seu computador, sem a necessidade do CD original. E o melhor: de uma forma mais prática, barata e eficiente.


Uma faixa musical que ocuparia 40MB em seu disco rígido, ao ser compactada em MP3, passa a ocupar apenas 4MB em média, ou seja, 4 minutos de música stéreo. Este processo revolucionou a demanda musical via Internet e incentivou a cópia não-autorizada de CD’s, violando as leis de copyright. Com isto, o mercado perdeu muito e os consumidores, ao menos relativamente, se beneficiaram.

Apesar do movimento das gravadoras, dos artistas e dos compositores, a fim de que suas músicas não continuem sendo disponibilizadas em demasia na grande rede, o “mercado” de MP3 encontra-se em processo sempre crescente e bem próximo do usuário leigo, que facilmente aprende como fazer e achar músicas inteiras na Web. A procura é tamanha, que já está em produção o novo formato – MP4 – o qual contará com uma melhor compressão e qualidade, deixando as músicas ainda menores em megabytes.

Quando o filme Armaggedeon chegou às grandes telas do cinema nacional, muitos saíram correndo até a loja mais próxima a procura da trilha original. Para tristeza dos que tentaram, na época só existia o CD original importado, custando R$ 30,00 em média. O mesmo CD podia ser encontrado por completo em MP3, em alguns sites na Internet. Para essas pessoas, foi bem mais prático e barato “perder” uma madrugada on-line, baixando todos os arquivos, em vez de desembolsar a quantia cobrada pelas lojas.

Por mais que se tente, a dificuldade sempre será enorme e o dinheiro gasto também, quando se trata de caça aos piratas. E foi justamente por causa disto que muitas gravadoras não gostaram da atitude de certos fabricantes e empresas, ao começarem a fabricar acessórios para uso de MP3 no âmbito doméstico, sem a necessidade primária do computador. Muito destes resultados nós já podemos usufruir, com a crescente demanda dos walkman de MP3 e do MP3Car.

Com preço variando entre $200 e $300 (dólares), o walkman toca entre 30 à 60 minutos de música – a depender do aparelho – e as mesmas podem ser transferidas diretamente via computador. A Diamond é a fabricante que está produzindo o mais novo modelo e já está na mira de muitas gravadoras, que não gostaram nada da idéia. Apesar da pouca capacidade de armazenamento, o MP3Car também é outro acessório que irá fazer a cabeça dos fãs da boa música. Um “toca-fita” diferente, o qual tocará músicas MP3 em seu carro, sendo ligado ao computador através de um cabo especial.

Ainda não se sabe, ao menos oficialmente, de planos para um aparelho doméstico que simule um microsystem, com uma maior capacidade de disco. No entanto, algumas iniciativas já estão sendo tomadas na área, como a venda de álbuns de MP3 via Internet. Para muitos, a comercialização de MP3 em lojas especializadas está bem próximo, mas enquanto isto, o mercado ainda está bastante obscuro para os que se arriscam a vender, legalmente, as músicas compactadas, até mesmo pela concorrência acirrada contra os piratas, que distribuem gratuitamente e mantém sites na Internet.

Site Footer

Sliding Sidebar

Instagram

  • Brilhando uma estrela vermelha para iluminar esta noite cinza HeinekenLight
  • Minhas pokernights no cabem numa dose Tentarei a garrafa

arquivão