Opera 3.0 – tentando competir com os grandes

Paulo Rebêlo | março.1998

Nova versão do Netscape? Nova versão do Internet Explorer? Não, a versão 5.0 de ambos ainda não está disponível, mas os internautas possuem uma nova opção – por sinal, excelente – para navegar nesse mar sem fim, chamado Internet. A Opera Software (http://www.operasoftware.com) lançou há pouco tempo seu novo Opera 3.0, um browser versátil, leve, pequeno, e principalmente, poderoso.


Este browser faz jus ao bom e velho ditado onde é dito que “tamanho não é documento”. Com seu módulo de instalação ocupando apenas 2MB, o Opera proporciona recursos idênticos a muitos powertoys do Internet Explorer, muitos plug-ins da Netscape, e ainda por cima, algumas outras opções inéditas a qualquer navegador disponível. Recursos estes que tornam o Opera mais poderoso do que os concorrentes em alguns aspectos, e que estão atraindo, paulatinamente o gosto dos usuários, que já não agüentam tanta confusão e tantas horas perdidas, causadas pelo download de updates para seu navegador, sem contar com a quantidade imensa de megabytes devorados.

O Opera resolve um problema que aborrece 9 em cada 10 usuários de Internet: a insuficiência de recursos no Windows 95 ao abrirem-se várias janelas do navegador. Explica-se: abrindo várias janelas, você poderá navegar em vários sites simultaneamente, sem esperar que todos aqueles gráficos sejam carregados para que se possa passar a outro endereço (URL). Destarte, novas janelas vão se mantendo na barra de tarefas do Windows, e conseqüentemente, os recursos do sistema vão caindo, e causam uma lentidão que aborrece a alma mais paciente. Com o novo Opera 3.0, o usuário pode abrir quantas janelas quiser, na mesma janela principal do browser. Ou seja, você pode navegar em 3 (três) endereços diferentes sem sair de sua janela principal. Para isto, o programa possibilita que elas sejam minimizadas – dentro da principal – ou que sejam organizadas em efeito cascata – uma sobre a outra – ou em fileiras. Um recurso excelente, que com certeza irá facilitar a vida de todos aqueles que costumam fazer pesquisas para o trabalho, para o colégio ou para diversão.

Com uma interface prática e simples, o Opera suporta praticamente todas as versões de HTML e seus respectivos editores disponíveis. Você não irá aborrecer-se ao entrar em um site e perceber que “algo está faltando por aqui”. A visualização é excelente, assim como a navegação. A interface amigável deste “miúdo” proporciona um manuseio rápido e fácil, ótimo para buscas em que precisemos copiar e colar para um editor de textos, voltar rapidamente ao navegador, e já ter outro sistema de busca (Altavista, Yahoo, Cadê, etc.) aberto e carregado, com as informações que forem solicitadas.

Os bookmarks ou Favoritos do Opera são organizados em uma janela própria – sempre dentro da janela principal do programa – denominada Hot List. Esta lista dispõe de centenas de endereços úteis que estão organizados por setor e que podem ser modificados a gosto. Outro recurso interessante é a criação e organização de “listas”. Para que serve isto? Simples e útil. Os hot lists irão guardar seus endereços favoritos para fácil localização. A criação de listas (list) irá armazenar os documentos e textos interessantes que forem encontrados durante a navegação. Ao possibilitar a criação (e manuseio) de pastas (folders) em seu computador, esta opção irá ajudar todos aqueles que adoram guardar citações ou documentos inteiros, com fito a uma posterior referência.

Ao navegar em um site, uma barra de tarefas torna-se visível, onde podemos visualizar dados técnicos da página. O programa detecta quantas imagens serão carregadas em cada página e nos mostra um medidor, para sabermos se todos os gráficos foram corretamente carregados; assim como a percentagem total da página e o tamanho em kbytes de cada uma delas. O usuário perceberá que existem sites excelentes e muito bem feitos, que ocupam até menos de 200k, enquanto outros chegam a mais de 5MB, incluindo todos os links. Todas as barras de ferramentas do Opera podem ser personalizadas como: simples, avançada ou escondida (hide).

Outro efeito que irá agradar, é a possibilidade de zoom nas páginas. Uma pequena barra de opções oferece a personalização deste zoom, até 1000% do tamanho atual. Uma boa dica para os curiosos, que verão alguns pequenos segredos escondidos em muitas imagens .gif e .jpg, principalmente em sites “underground” ( politicamente incorretos ), na Internet.

Na versão sob comento, o sistema de email embutido possibilita apenas o envio de mensagens, mas não o recebimento. A fabricante promete futuras versões com um módulo de email próprio e melhor do que os atuais. Além de poder enviar mensagens, os usuários da atual versão do navegador também tem à disposição um leitor de “newsgroups”, que são grupos de discussão on-line na Internet, com temas organizados por setor, país, interesses e outras categorias.

O menu de preferências (preferences) é o mais completo entre os browsers atuais. São opções simples, mas que juntas se tornam poderosas. São tantas que até mesmo o usuário experiente ficará surpreso e irá pensar: “Por que nunca pensaram nisso antes?”.

Enquanto a Netscape parece estar desistindo do mercado de navegadores para lançar a versão 5.0 de graça – incluindo o código fonte do programa – e a Microsoft briga na Justiça Americana para poder incluir o pacote completo do Internet Explorer no Windows 98, a Opera Software disponibiliza seu browser em uma hora mais do que oportuna, pronta a conquistar uma fatia considerável do mercado. Tudo com apenas 2MB e sem dúzias de módulos extras para sobrecarregar seu computador.

O Opera 3.0 pode ser usado por 30 dias sem ônus. Após este prazo, a fabricante requer o registro mediante pagamento. Vale a pena conferir a home page e fazer o download.

Site Footer

Sliding Sidebar

Instagram

  • Amarelo sem manga e rua sem pblico YellowVibes
  • Luzes de calada e pinturas de parede enquanto o caf

arquivão